Cuidados com o pão

13/04/2017

Por Débora.

Queridos leitores essa é uma problemática que trago da minha querida cidade de Rio Branco, no Acre, mas pode ocorrer em qualquer lugar do mundo, por isso atente-se à leitura.

 

Com a mão na massa

Quem não gosta de um pãozinho quentinho com aquela manteiga derretida? Lógico que se você não mora próximo a uma padaria, terá que esquentar seu próprio pão. E nessa vida agitada, corrida, a saída é comprar o pão de sua preferência e comê-lo durante a semana.

Ocorre que os clientes do Supermercado Araújo tem reclamado da qualidade do pão que compram por lá. Com uma frequência alta de insatisfeitos que chegam ao Grupo Gastronomia no Acre postando fotos, relatos de compras e teorias que explicariam o porque de o famoso pãozinho estar mofando em suas prateleiras, resolvemos, então procurar o empresário Adem Araújo e levar direto a ele a reclamação, principalmente porque ficamos temerosos de que mesmo reclamando e levando o produto para a gerente a informação não chegasse a ele.

O senhor Adem então respondeu que estava ciente do problema e que vêm tomando várias atitudes na tentativa de saná-lo. Ainda nesta conversa ele nos convidou a fazer uma visita a padaria de duas lojas, a do Bosque e a do Tangará, para nos mostrar o processo que o famigerado pãozinho percorre todos os dias.

Então fomos lá, eu e o Jonas Ferreira como administradores do Grupo Gastronomia no Acre.

Recebidos por um grupo composto pelo empresário Adem Araújo, a nutricionista Valéria, o diretor de operações Chagas e o gerente Ademir, conversamos sobre os problemas apresentados no grupo e algumas teorias escritas por lá. Fomos apresentados as dependências da padaria e recebemos todo tipo de informação que pudemos ter sobre o assunto, que passo a resumir abaixo.

As reclamações de membros do grupo de discussão relatam que já compraram pão com mofo e viram somente ao chegar em casa ou que nos dias seguintes ao da compra o pão criou mofo, apesar de estarem dentro da data de validade.

As atitudes tomadas pelo supermercado na tentativa de sanar o problema:

  • treinamento mais frequente dos funcionários;
  • mudança de funcionários;
  • troca de ingredientes utilizados;
  • troca de maquinário;
  • maior fiscalização dos pães ofertados.
  • criação de uma equipe ligada diretamente ao diretor de operações cujo único objetivo, baseado no sistema 5S, é observar e reportar todas as falhas encontradas nos supermercado, com visitas surpresas e frequentes;
  • no próximo mês a produção de pães passará a ser centralizada na unidade da Sobral;

 

Quais são os supostos problemas que podem ocorrer para que o pão crie fungos?

Erro humano. O pão é feito num dia, posto nas prateleiras para esfriar e então é cortado e embalado, depois pesado, etiquetado e posto para a venda. Se o pão estiver morno e for ensacado ele criará fungos, se depois de ensacado ele ficar em local com temperatura elevada, ele criará mofo, se mesmo sem a elevação da temperatura, ele permanecer muito tempo ensacado, ele criará mofo. Se o cliente passar muito tempo com o pão em seu carrinho, passando por diversos tipos de temperatura, ou coloca-lo próximo a outros produtos que alterem sua temperatura, ou ainda deixa-lo por algum tempo dentro do carro ou numa parte da casa com temperatura elevada, cria mofo.

É verdade que vocês ensacam novamente o pão quando ele está próximo de vencer?

Isso nunca ocorreu nem ocorrerá, primeiro porque nossa produção segue uma estatística para que não hajam sobras. São produzidos por dia, cerca de 170kg de pão de forma somente em uma loja e ao faltar 1 dia para atingir a data de vencimento todo o pão é retirado e utilizado para fazer torradas ou vatapá. Esse pão não sai de dentro da loja, já que na hora de passar no caixa o sistema acusa sua inviabilidade. Isso ocorre já pra prevenir de o cliente levar um produto e consumi-lo após a data de validade.

Percebemos então que o pão é muito sensível e para aprender mais sobre esse bolor que nos persegue e acaba com nossa tão amada refeição, fizemos algumas pesquisas e descobrimos coisas importantes:

  • A flora microbiana dos grãos dos cereais recém colhidos, como o trigo, milho e aveia podem chegar a muitos milhões de fungos e bactérias por grama. Felizmente a baixa atividade aquosa dos cereais inibe eficazmente o crescimento dos microrganismos quando existem condições adequadas de armazenamento. As farinhas convenientemente armazenadas mantém uma contagem constante de fungos, uns poucos milhares por grama.
  • O pão produzido comercialmente tem uma umidade suficientemente baixa para inibir o crescimento da maioria dos microrganismos, com exceção dos fungos, principais agentes responsáveis por sua deterioração.
  • O controle da temperatura é fundamental para determinar se um fungo vai se desenvolver com maior ou menor rapidez.
  • O crescimento desses fungos no pão é favorecido pelo seu corte em fatias, embalagem à quente e seu armazenamento em ambiente úmido e com temperatura elevada.

Dicas para manter seu pão saudável por mais tempo:

  • Deixe para retirá-lo da gôndola quando já estiver se dirigindo ao caixa;
  • Não o misture com produtos quentes e/ou frios;
  • Não o deixe mais que o tempo que o necessário dentro do veículo quente;
  • Ao chegar em casa guarde-o dentro da geladeira em um recipiente bem fechado;

 

As informações, resumidas, coletadas na visita vão somente até aqui. As próximas são resultado de uma pesquisa na internet no intuito de sabermos mais sobre o assunto abordado.

Assim, agradeço a equipe do Supermercado Araújo que nos recebeu, respondeu nossas perguntas, mostrou todas as dependência relacionadas ao tema e ainda deixou o canal aberto para futuras visitas.

Nosso obrigada da equipe do Gastronomia no Acre.

Continuando…

 

Fazendo seu próprio teste

O mofo prolifera-se de um dia pro outro caso seja submetido às formas de tratamento citadas acima, e você pode ver isso com seus próprios olhos fazendo uma experiência simples: molhe um pouco um pão, coloque-o numa embalagem transparente e guarde-a num lugar de sua preferência, lembrando que quanto mais escurinho, melhor pro mofo. No dia seguinte observe com cuidado, pois já podem haver pequenos pontinhos de mofo nele. Daí só piora.

 

Por fim, quero lembrá-los que comer qualquer tipo de alimento contendo mofo pode causar vários problemas na saúde, desde um pequeno incômodo estomacal até a morte.

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta