Resenha: Trilogia A 5ª Onda, de Rick Vancey
Filmes e Séries , Resenhas / 29/04/2017

Por Débora. Não gosto muito de ler livros depois de assistir seus filmes na tv porque acabo não me prendendo à leitura, mas depois de assistir ao filme fiquei encafifada com alguns acontecimentos narrados, que achei muito sem explicações, como por exemplo o envolvimento da Cassie com o Evan, que achei rápido e sem muito embasamento, a fuga deles e posterior descanso no final do filme. Sem falar que queria saber logo o que aconteceria depois. Isso foi o que me levou a ler o 1º livro, e um livro levou ao outro e ao outro, no fim li a trilogia toda. Os livros são muito melhores que o filme. Sem citar alguns acontecimentos alterados para a telinha que no livro ocorrem bem diferente. Mas vamos aos livros! O livro é escrito em primeira pessoa, por alguns personagens importantes, porém quem mais narra é a Cassie, com seus pensamentos expressados em muitas passagens, sentimentos questionados a todo momento e atitudes ponderadas antes de qualquer iniciativa, ela é muito bem construída, não muda de uma linha pra outra, é consistente até o final, como todos os outros personagens, creio eu. Evan é o inimigo que se apaixona e questiona tudo em que acredita,…

Resenha Duologia: Extinguish, de J.M. Darhower
Novidades , Resenhas / 04/11/2016

Por Suellen Lima. Essa duologia não foi publicada no Brasil ainda, mas como não resisti a essa capa linda e ao fato de ser sobre anjos, li em inglês mesmo.   Sinopse: Um… dois… três… quatro. Eu declaro guerra. Serah sempre acreditou que o mundo ao seu redor era perfeito. Como um Poder, uma espécie de anjos guerreiros, ela passou sua existência defendendo os inocentes do mau. Depois que uma tragédia acontece, dando fim à vida do irmão de Serah, é dada a ela a tarefa de parar o apocalipse que se aproxima antes que seja tarde demais. Só uma coisa, porém: ela tem que se aventurar pelo Inferno para fazer isso. Lúcifer – ou Luce, como ele prefere ser chamado – tem passado um tempo no Inferno, querendo vingança contra aqueles que tão facilmente o jogaram nesse buraco. Quando a beleza celestial aparece nos seus portões, ele fica tão cativado por ela quanto ela por ele. A atração entre ele é palpável, e a força de vontade de Serah começa a enfraquecer lentamente. Como pode essa criatura encantadora, esse Arcanjo caído, ser aquele que vai destruir o mundo que ela tanto ama? Quando a guerra cobra seu preço, o…

Minha série do momento: OUTLANDER
Filmes e Séries , Novidades / 02/11/2016

Por Débora. Resenha: A série é muito bem produzida, usando como pano de fundo paisagens belíssimas da Escócia, e com um elenco principal muito bom. É cheia de ação, suspense, e uma dose de mistério, numa trama que vai desenrolando e nos enredando.  Assisti ao primeiro episódio e rapidamente me apaixonei. Os atores são realmente muito bons, não é à toa que foram indicados a vários prêmios e venceram alguns deles. Nos apegamos a eles facilmente e desgostamos do vilão na mesma intensidade.   Exibindo a segunda temporada pelo canal Starz, nos EUA, que anunciou a encomenda da terceira e quarta temporada. No Brasil, a série está disponível no catálogo do Clarovídeo, sendo que a primeira temporada foi lançada em DVD pela Sony em janeiro. A produção é da Tall Ship Productions, Story Mining and Supply Company e Left Bank Pictures em associação com a Sony TV, criada por Ronald D. Moore em 2014.   Sinopse: Baseada na série literária Outlander (no Brasil, A Viajante do Tempo) da autora Diana Gabaldon, a série narra a vida de Claire, uma enfermeira de combate na Segunda Guerra Mundial que acaba viajando no tempo para o ano de 1743 e imediatamente é inserida em um…

Resenha: HEX HALL, de Rachel Hawkins
Resenhas / 27/09/2016

Por Débora. Resenha: Hex Hall é uma série juvenil de fantasia, sobre seres sobrenaturais, como vampiros, fadas, demônios, licantropos e todos os outros que fazem parte deste mundo. Quem narra é a personagem principal Sophie Mercer. Ela tem apenas 15 anos, mas é determinada, inteligente, amorosa, otimista e debochada, o que dá um sentido mais cômico aos diálogos. Sempre tem uma resposta engraçadinha na ponta da língua, principalmente quando está com medo ou nervosa. (Tá, até quando está com raiva ela consegue trazer à baila algumas respostas engraçadinhas.) Sophie meteu-se em confusão porque é tem poderes iguais aos de uma bruxa, e como castigo foi mandada a uma escola chamada Hecate Hal, carinhosamente chamado de Hex Hall, lá ela encontra todo tipo de criaturas sobrenaturais, que como ela, cometeram algum delito e foram obrigados a irem para lá. Não é realmente um mau lugar, as pessoas não são realmente más, apenas extrapolaram no uso de suas magias, ou seja lá o que fazem e correram o risco de serem descobertos pelos humanos, porque sim, eles viviam escondidos, mas em sociedade. No Hex Hall, Sophie logo faz uma amizade com um ser bastante inusitado e apaixona-se por um rapaz lindo, mas que…

Resenha: A Sétima Casa, de Elaine Rossi
Resenhas / 15/09/2016

Por Débora. Resenha: Este é um livro sobre anjos, guardiões e demônios, sobre o Criador e o Outro. Ah, e sobre Melissa. Escrito em primeira pessoa, acompanhamos a vida de Melissa e suas estranhas alucinações. Prestes a completar 17 anos, ela aparenta ser bem mais velha, por ser uma leitura sob o seu ponto de vista, lhe acompanhamos os pensamentos e vou te dizer, me intriguei com muitos deles por serem politizados, é verdade que quando os discorreu durante algumas páginas, a protagonista já contava com 21 anos e justificou, numa frase de poucas palavras, que aos 15 anos se integrava a um movimento político, no entanto, ainda assim, pareceu-me fora de contexto. Chegamos a metade do livro sem compreender o que realmente acontecia de sobrenatural àquela menina que sofria com o que chamavam de delírios. Até que enfim as explicações começam a surgir, em conta-gotas, é verdade, e muitas delas nos deixam bastante perdidos. Não é pra menos, o mundo que Melissa descobre é surreal, e demora para que muitas das novas ideias consigam fixar em nossa mente e na dela também, que até o final pede explicações sobre as coisas que não consegue apreender. Para ajudá-la há a…

Resenha: Fallen
Literatura , Resenhas / 18/08/2016

Por Débora. Resenha: Fallen é uma série sobre Anjos, que em nada se parecem com aqueles lindos anjinhos de cachinhos dourados que imaginamos. Não, aqui os vemos mais ferozes, usando suas espadas, com ações nem sempre boas, ou algumas totalmente reprováveis, porém, apesar de tudo, Fallen é uma série sobre o amor, um amor adolescente, centenário, um amor jovem e velho, um amor antigo, contudo, recém-descoberto. E uma pergunta permeia toda a história: pode o livre arbítrio agir apesar do destino? Você leitor, acredita em destino? Acredita que tudo tem que acontecer por um motivo, independente de suas ações?  Ou acredita que o destino quem faz é você através do livre arbítrio? Lembram do filme Agentes do Destino? Este livro traz a mesma problemática que ele, só que com anjos lindos, com suas asas espetaculares e de brilho intenso, com uma maldição divina e infernal ao mesmo tempo. Lutar contra Deus e Lúcifer parece ser o destino de Lucille e seu Anjo. São 4 livros onde vemos a luta entre um casal que se ama e o destino – FALLEN, TORMENTA, PAIXÃO e ÊXTASE, nessa ordem. Outros 2 livros de contos – ANJOS NA ESCURIDÃO e APAIXONADOS-  e mais 1 sobre um…

Resenha: Anita Blake, de Laurell K. Hamilton
Literatura , Novidades , Resenhas / 11/08/2016

Por Débora. Resenha: Laurell escreveu uma série sobrenatural fantástica baseada na vida de Anita Blake, uma personagem cheia de personalidade, destemida, linda, inteligente e cobiçada por um vampiro centenário. A historia se passa numa época em que todos os seres místicos vivem em sociedade com humanos. Há leis que os regem: como devem viver, as punições caso desobedeçam essas leis, a forma como podem conseguir seu alimento, dentre outras. São vampiros, lobisomens, fadas, licantropos, zumbis, demônios e vários outros que nem mesmo conhecemos, que estão livres de seus esconderijos. Anita Blake era uma caçadora de vampiros antes de eles conviverem abertamente com os humanos, depois passou a ser Executora do Estado e teoricamente só poderia matá-los caso sofressem uma punição de sentença de morte – na prática sua contagem de mortos ultrapassava, e muito, a oficial. Ela também é consultora de uma equipe policial que trabalha com crimes cometidos por seres sobrenaturais e ainda é ressuscitadora de mortos numa empresa que tem somente essa finalidade. Desde pequena Anita percebeu que podia ressuscitar mortos, mas o faz com consciência, de forma que os coloque de volta em seu descanso eterno, e esse é o único trabalho que realiza que lhe recompensa financeiramente….

Resenha: O Bater de Suas Asas, de Paul Hoffman
Literatura , Resenhas / 27/07/2016

Por Débora. Sinopse: O cenário da trilogia iniciada com ‘A Mão Esquerda de Deus’ é desolador. Habitado por meninos que foram levados para lá muito novos e geralmente contra a sua vontade, o Santuário dos Redentores é uma mistura de prisão, monastério e campo de treinamento militar. Lá, milhares de garotos são submetidos a uma sádica preparação para lutar contra hereges que vivem nas redondezas. A intenção dos lordes opressores, os monges que protegem o lugar, é fortalecer os internos tanto física quanto emocionalmente, preparando-os para uma monstruosa guerra entre o bem e o mal. Entre os jovens está Thomas Cale. Não se sabe ao certo se ele tem 14 ou 15 anos ou como foi parar ali. O que se sabe é que ele tem uma capacidade incomum de matar pessoas e organizar estratégias de combate. E que o seu treinamento militar brutal tinha um único propósito: destruir o maior erro de Deus, a humanidade. Desde que descobriu esta verdade, Cale é assombrado pelo homem que o transformou em anjo da morte: o redentor Bosco. Arrogante e inocente, generoso e impiedoso; o garoto é um paradoxo, temido e reverenciado por seus criadores. Sua força já foi usada para derrubar…

Meus 5 titulos sobre distopia preferidos.
Literatura / 20/07/2016

Por Dani Carlini. Hoje vou falar sobre um gênero literário o romance distópico. Em Filosofia, através da mesma raiz etimológica surge o termo distopia (ou antiutopia) como o oposto de utopia. A distopia é um pensamento filosófico que caracteriza uma sociedade imaginária controlada pelo Estado ou por outros meios extremos de opressão, criando condições de vida insuportáveis aos indivíduos. Normalmente tem como base a realidade da sociedade atual idealizada em condições extremas no futuro. Meu primeiro contato deste estilo literário foi com o filme Jogos vorazes, achei muito boa a idéia geral e então fui ler o livro e adorei e me apaixonei por este género. Em todos os livros temos jovens questionadores e uma sociedade opressora(nada muito diferente dos dias atuais, Rsrs). Então vamos à lista: 1 – Jogos Vorazes Mistura de ficção científica com reality show, passando pela mitologia e pela filosofia com muita ação e aventura, Jogos vorazes é o novo fenômeno da literatura jovem. Com um mote surpreendente, o livro, que está há mais de 85 semanas na lista de mais vendidos do The New York Times e de outras publicações de prestígio dos EUA, ganhou elogios de Rick Riordan, Stephenie Meyer e outros formadores de…

Resenha: Exxodus, de Walacy WMachado
Resenhas / 10/06/2016

Por Débora. Resenha: Estava eu conferindo a lista de livros grátis da Amazon, escolhendo pelo título de uma lista disponibilizada pela linda Re Sanrehd, quando me deparo com EXXODUS: pode um software amar um homem? Bem, abri o link e achei graça da capa, uma loira gostosa sentada sobre uma moto, ao fundo um cenário que lembra jogos de vídeo game. Ao conferir a autoria, pimba! Um homem, eu sabia, eu sabia! Uma capa dessas só podia ser feita por homem, talvez nerd. Preconceito? Nada disso, só experiência em livros mesmo. Mas então li a sinopse e decidi entrar no universo científico-distópico masculino. O livro conta a historia de Alex, que vive numa sociedade fabricada (colmeia), onde os indivíduos são manipulados através de softwares ligados ao modem fixados em suas cabeças.  Eles vivem uma vida material que é totalmente sem graça,  quase como autômatos,  não questionam nada, não fazem nada que não tenha sido previamente autorizado e se sentem felizes com a vida que levam, claro que isso é corroborado pelo fato de eles também viverem uma realidade virtual na maior parte do seu dia. Nessa realidade eles podem fazer o que quiserem e ser como quiserem, mas tudo é…

Resenha: Megan Mickels – Passado, de GJA Guimarães
Literatura , Resenhas / 08/06/2016

Por Débora. Resenha: Como demorei para ler este livro, já tinha praticamente esquecido os detalhes do Livro 1 e 2, mas ainda bem que durante a narrativa alguns fatos são relembrados. Neste livro Megan ainda está se acostumando a ter todos os seus amigos – de diferentes raças – sob seu teto, sua nova família. Porém, ao descobrir que Suzanna mandou para o passado um inimigo que tentará matar todos os que ama, tudo volta a ficar de ponta cabeça. Disposta a tentar consertar a situação e salvar a todos, principalmente seu grande amor, Dante, Megan viaja para o passado, e ao contrário do que esperamos, não haverão lutas e guerras na narrativa, em realidade há na verdade descobertas. Descobertas de pessoas, sentimentos e fatos que Megan nunca imaginou ser possível, assim, em vários momentos, o objetivo principal que a levou até ali é esquecido, deixado em segundo plano apesar de nunca abandoná-la, mas infelizmente, ter o que nunca se teve é verdadeiramente uma grande distração. Megan, é explosiva, impaciente, ansiosa, amorosa e dedicada ao extremo e este livro parece ter sido feito com intuito de mostrar  mais esse lado dela, e o que faz às pessoas que a rodeiam….

Resenha: Amor Imortal – Doce Sedução, de Halice FRS
Resenhas / 17/05/2016

Por Débora. Sinopse: Obcecado pela jovem jornalista Danielle Hall desde que a viu no Central Park, o vampiro Ethan McCain não mediu esforços até atraí-la. Em sua arrogância, acreditou que a descartaria depois de possuí-la. Para sua consternação, apaixonou-se antes mesmo de conquistá-la. Agora, depois de desencontros, erros e acertos estavam próximos, porém a humana não lhe pertencia completamente. Seria preciso despertar em Danielle a mesma paixão para que ela aceitasse viver eternamente ao seu lado. E enquanto a seduzisse, Ethan deveria aprender a lidar com sentimentos inéditos como passionalidade e insegurança. Sensações potencializadas nele que dificultavam o momento de revelar sua imortalidade e abalavam sua liderança sobre os vampiros do grupo, deixando todos vulneráveis ao inimigo, cada vez mais próximo. N/A: Segundo livro da Série Amor Imortal, Doce Sedução é um romance sobrenatural para jovens adultos, contém sexo e violência. Link para a resenha do livro 1 – Obsessão Link para a resenha do livro 3 – Rendição Link para a resenha do livro 4 – Eterna União Resenha: Neste segundo livro, Ethan está determinado a conquistar verdadeiramente Dana, e apresentá-la à sua condição sobrenatural. Já Dana, apesar de desejar Ethan, queria distância dele, algo dentro dela a inspirava…

Resenha: Amor Imortal – Obsessão, de Halice FRS
Resenhas / 10/05/2016

Por Débora. Resenha: Dizem que se queremos conhecer alguém é só  dar poder a ele. Bem, Ethan era mimado e egocêntrico, como ele ficou depois de transformado em um vampiro? Um mimado, egocêntrico que usava os humanos como alimento e, além disso, as mulheres ainda eram fonte de prazer sexual. Um bon vivant com poderes sobrenaturais, que acha que não pode ser contrariado e tem direito a tudo o que quer, pois o resto são seres inferiores. Mas ele tem um calcanhar de Aquiles: uma mulher com uma cicatriz igual a dele pode, por assim dizer, domesticá-lo, pô-lo em uma coleira. Pelo menos foi isso que lhe disseram ao ser transformado, mas ele quando descobrir tal mulher, não a deixará viva para pôr essa teoria em prática. Dana é uma jovem recém formada, que está ainda tentando de firmar num emprego, se acha bonita, mas não linda, talvez comum fosse o termo que ela usaria, o que não a impediu de fisgar um partidão, Paul, lindo, rico (de família rica), com uma carreira de sucesso que já estava iniciada na área Jurídica, tinha tudo o que queria, a ele faltava apenas Dana em sua casa, ininterruptamente,  pois se amavam e esse…

Resenha: Mônica, de Wagner MRS
Literatura , Resenhas / 29/04/2016

Por Debora. Resenha: Mônica é um livro de ficção sobrenatural, apesar de eu não ter conseguido compreender neste livro, se tratava-se de lobo ou vampiro, nem a própria Monica se define com uma só palavra. Ela era uma pessoa normal, como todas as outras, até que algo terrível aconteceu e a transformou, agora ela faz parte da escuridão e apesar disso ou por causa disso, trabalha para o governo num grupo de elite comandado por políticos. A trama é construída em torno das ações criminosas causadas por politicos, mas não pense que são os bonzinhos caçando os maus, todos são corruptos em níveis diferentes, afinal, cada um busca poder e riquesa de forma diferenciada, ou não. Contudo, certamente nenhum trabalha em prol do povo. Não sei onde o autor teve inspiração pra essa história. Agora, já imaginou nossos políticos com um grupo policial altamente treinado, com acesso à dispositivos tecnológicos super avançados e à armas poderosas?! Melhor nem imaginar. Cruz credo! A Agente Deveraux, como era chamada, era o soldado quase perfeito, linda (podia tirar a atenção de qualquer um com sua beleza e usar isso ao seu favor), sobrenatural (todo o seu treinamento tático amplificado por super visão, audição,…