Resenha: Superando com amor, de Mari Sales.
Literatura , Resenhas / 17/08/2017

Por Patrícia. Sinopse: É possível superar a culpa pela dor causada de propósito a uma pessoa? O vilão de uma história tem o direito a um final feliz? Isabel não é exemplo a ser seguido de adolescente, apesar de ser referência para todos os seus colegas tolos. Bonita e arrogante, ela não possui pudor quando se trata de humilhar uma pessoa. Suas atitudes mudam quando prejudica gravemente outra pessoa e seu futuro ganha um novo rumo, cheio de culpa e abnegação. Luís segue sua adolescência tirando vantagem de meninas de forma irresponsável. Um dia, chega em casa e se vê cúmplice e vítima de um atentado causado pelo próprio pai. Inconsequentes, os dois seguem para o fundo do poço e Luís consegue sair de dentro dele, carregando nas costas o próprio causador de seu declínio. Mudados pelos acontecimentos da adolescência, seus caminhos se cruzam dez anos depois, os assombros que seus traumas e culpas ainda causam fazem com que suas almas se identifiquem e a atração seja imediata. Enquanto um deles busca um acordo com o passado, o outro acredita que não deve ser feliz e juntos, tentam superar a dor causada pelo passado com o amor.      …

Comentários da Mari: A procura do par perfeito de Jennifer Probst
Literatura , Resenhas / 27/04/2017

Sinopse Linda, talentosa e apaixonada por seu trabalho, Kennedy é sempre estilosa, e sua imagem transmite feminilidade, confiança e profissionalismo. Quem a vê nem imagina sua adolescência difícil e uma vida inteira de luta contra o peso. Coach e consultora da famosa agência de relacionamentos Kinnection, Kennedy cria dates incríveis, encoraja solteiros a brilharem, e nunca recusa um desafio – nem mesmo Nate Ellison Raymon Dunkle, cujas iniciais são N.E.R.D! Ele é engenheiro aeroespacial, um gênio, e o mais novo cliente de Kennedy, que vai trabalhar sua mágica para transformá-lo de desajeitado e mal vestido no mais desejado gato de Verily. Quando ela se dá conta de que ela e Nate são muito parecidos e podem ser perfeitos juntos, será que ela vai permitir que seu coração entre no caminho certo? Ou seus próprios medos e inseguranças vão condená-la a uma vida de solteira enquanto ajuda Nate a encontrar outra pessoa? Comentários da Mari: gosto dos livros desta autora, são romances daqueles de ler na rede no fim de tarde, com pouco  dramalhão. Vemos personagens dos outros livros da autora, inclusive alguns não lançados no Brasil, mas como sempre eu fui lá no site pesquisar. A mocinha é um pouco…

Resenha: Minha Rendição, de Cinthia Freire
Resenhas , Sem categoria / 18/02/2017

Por Débora. Resenha: O segundo livro da Série Segredos, Minha Rendição, conta a história de Vinicius, e pra quem leu o livro 1 sabe que ele não está vivendo um bom período, torturado por um grande erro que cometeu meses atrás o vemos procurar o caminho para sua redenção, onde encontra Poliana, que é uma pessoa quase ingênua, doce e com o espírito quebrado em tão pequenos pedaços que ela não sabe se um dia conseguirá reuni-los todos juntos. Vítima de violência doméstica, ela só percebeu que estava nessa condição quando já era tarde demais, quando a situação já tinha evoluído tanto que ela já nem se importava mais se morreria ou não. Na realidade ela ansiava pelo dia em que tudo acabaria. Era um passado de muita dor e sofrimento. Algo que ela não conseguia esquecer, apesar de sua recente liberdade,  mas as marcas foram tão profundas que era como se ainda estivesse presa, já que muitas vezes se via paralisada pela vida. Encontrar Vinicius não estava nos seus planos, nem em seus sonhos se via amando novamente. Como seria isso se foi o amor que a levou para o inferno que ainda via em seu retrovisor? Mas ele…

Resenha: Meu Erro, de Cinthia Freire
Resenhas / 09/02/2017

Por Débora. Resenha: Gente, que livro é esse?! Perfeitooooo. Cinthia Freire criou um enredo tão emocionante e com personagens tão bem trabalhados que desde o início ficamos envolvidos com a leitura e ao final do primeiro capítulo já sentimos um certo nervosismo, uma tensão que nos acompanha até dar lugar às lágrimas, que fluem sem nem ao menos nos darmos conta e o sorriso, ao final, ainda é com choro, um choro de felicidade, de alívio. Carol tem traumas na alma, desses que fazem as pessoas paralisarem, temerem o mundo e a vida. Mas nem sempre foi assim, ela era cheia de vida, uma adolescente normal, com expectativas e sonhos, defeitos e neuras e o que ela mais queria era voltar a ser ela mesma, principalmente porque estava conseguindo juntar alguns pedaços de si que estavam soterrados na escuridão. Essa era sua luta diária. Encontrar Gabriel despertou uma luz que ela nem sabia ser possível ainda existir na sua vida, ao mesmo tempo em que o temor de submergir nas águas profundas dos problemas dele a exortava a procurar a primeira saída de emergência que encontrasse. Gabriel é um drogado. Essa frase traz todo um mundo de julgamento e preconceito. Um destino traçado. Contudo, Cinthia vai…

Resenha: O Leão de Wall Street, de Juliana Dantas
Resenhas / 08/02/2017

Por Débora. Resenha: Escrito em primeira pessoa, sob o ponto de vista da mocinha, O Leão de Wall Street conta a vida de Emma a partir do momento em que ela descobre que seria sua tarefa entrevistar Liam Hunter, um jovem bilionário, lindo e mandão. Ela é estudante de jornalismo, está estagiando ainda, porém não gosta da carreira imposta pelo pai, contudo não tem coragem de impor sua vontade. Esse lado servil é totalmente explorado por Liam, que adora dominar uma submissa, só que ele terá que batalhar com suas neuras e medos para mantê-la, já que ela o faz enfrentar alguns leões para poderem ficar juntos. O livro lembra muito 50 tons de cinza (E. L. James) e, em alguns momentos, Toda Sua (Sylvia Day), o que faz com que a leitura não flua muito bem para quem já leu esses livros, apesar de a autora escrever muito bem. Quem não leu certamente vai conseguir se envolver muito mais com a estória de Emma e Liam, que além de enfrentarem alguns problemas pessoais que os impedem de ficarem juntos, ainda têm que driblar problemas externo, afinal de contas, um homem não chega ao poder sem criar inimigos. Não posso deixar de falar…

Comentários da Mari: O cretino do Meu Chefe de Penelope Clearwater
Literatura , Resenhas / 24/11/2016

Por Mariana Me chamou atenção a sinopse deste livro e resolvi ler. A escrita é bastante amadora, mas o roteiro mantêm o interesse ao longo de todo o livro. Mesmo sendo meio clichê, o CEO e sua secretária, a autora consegue fazer uma história criativa e diferente, com muitas reviravoltas. Analisando friamente alguns personagens “mudam” suas atitudes meio rapido demais, mas a gente só percebe os defeitos quando fica furiosa com o final. Estamos lá, na parte mais emocionante da trama e  diz – continua….-   Como assim continua? Tu compra um livro, dedica tempo para a leitura, e simplesmente do nada descobre que o livro ficou na metade? Isso já tinha me acontecido duas vezes, uma com Italiano Espanhol da autora Mary Oliveira, e depois com Maestra de L.S Hilton (um livro tão ruim, sobre uma psicopata que tanto me faz o que aconteceu com ela). Fica aqui registrado meu profundo desapontamento com livros que tem continuações e que não são explicadas quando compramos. Obrigada aos autores que colocam que o livro é o Volume 1 de 2 e coisas assim. Sem nota por que a ação ficou no meio.   Sinopse: Em busca do trabalho ideal, Becker Norren vai…

Comentários da Mari – A Pousada 3 – O Par Perfeito de Nora Roberts
Literatura , Resenhas / 16/11/2016

Pro Mariana   Neste terceiro e último livro da série A Pousada, de Nora Roberts, temos mais uma historia romântica de duas pessoas que se acham muito diferentes, mas que são perfeitas uma para outra. A Pousada está funcionando a plano vapor, Ryder e Hope são nossos protagonistas. Como sempre os coadjuvantes são perfeitos, principalmente a Lizzy, fantasma da pousada. Mistério este que fica “explicado” durante o livro. A capa é linda, como as outras duas, os personagens são verossímeis, os valores de família são fortes, a linguagem é fácil de ler. Adorei, nota 4,8 A Arqueiro manteve os dois primeiros títulos mas deu uma mudadinha neste! Uma Esperança Perfeita seria uma tradução mais literal e manteria o duplo sentido de esperança e de Hope nome da personagem principal.   Então vou agora trazer ums curiosidades que pesquisei pela internet: “Ler Nora nos remete a lugares perfeitos, de sonhos, paisagens lindas, descritas com tanta sensibilidade, que é como se estivéssemos vendo fotografias. Ninguém consegue como Nora descrever paisagens e criar personagens que nos remetem ao tempo e local e conhecer as personagens como se fossem reais.” (isso eu falei numa outra resenha de Nora né?) A Trilogia é passada na cidade de Boonsboro,…

Resenha de Livro: The Song of Davi, Amy Harmon
Literatura , Resenhas / 28/06/2016

Por Patrícia. Sinopse: Ela disse que eu era como uma canção. Sua canção favorita. A música não é algo que você pode ver. É algo que você sente, algo que faz você se mover, algo que desaparece após a última nota é tocada Eu ganhei minha primeira briga quando tinha onze anos, e venho dando socos desde então. Lutar é a coisa mais pura, verdadeira e elementar que existe. Algumas pessoas descrevem o céu como um mar de branco interminável. Onde coros cantam e os entes queridos aguardam. Para mim, o céu era algo diferente. Soava como o sino no começo de um round, tinha gosto de adrenalina, queimava como suor em meus olhos e fogo na em minha barriga. Parecia como o borrão de multidões ensandecidas e um oponente que deseja ver meu sangue. Para mim, o céu era o octógono. Até eu conhecer Millie, e o céu se tornar algo diferente. Eu me tornei algo diferente. Eu soube que a amava quando eu a assisti perfeitamente parada no meio de uma sala lotada de pessoas se empurrando, zumbindo, deslizando em volta dela, sua postura ereta de dançarina inflexível, o queixo erguido, as mãos soltas em seus lados. Ninguém…

Comentários da Mari: Aconteceu em Paris, de Molly Hopkins
Literatura , Resenhas / 14/06/2016

Por Mariana Gente, peguei a dica deste livro neste post aqui, e já sabia que ia ser divertido. Mas eu dava gargalhadas imaginando as cenas. A protagonista é hilária, será que existe gente assim mesmo? Lembra da Bridget Jones, que só tinha na geladeira um queijo velho e um Chardonnay. No começo achei ela uma bêbada irresponsável. Mas depois a gente vai se dando conta que ela é muito boa de coração, mas muito atrapalhada. Na metade do livro achei que a história iria acabar, mas surgem novas reviravoltas. Enfim, um romance gostoso e engraçado de ler. Nota 3,5. Sinopse Evie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é, e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, ela logo começa a “melhorar” seu currículo. E consegue um ótimo emprego: acompanhar turistas por toda Paris. Agora é só uma questão de se firmar como profissional demonstrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos… E seu tutor, Rob, é bonito demais! O primeiro romance de Molly Hopkins é um livro que todo mundo gostaria de ler. É verdade que você pode se incomodar com o comportamento de Evie quando ela descobre que Rob é muito…

Comentários da Mari: O amor mora ao lado
Literatura , Resenhas / 25/05/2016

Por Mariana Sinopse Lacey Lancaster sempre quis ser esposa e mãe. No entanto, depois de um divórcio bastante doloroso, ela decide que é hora de dar um tempo em seus sonhos e seguir sozinha mesmo. Mas não tão sozinha: sua gatinha abissínia, Cléo, torna-se sua companhia de todas as horas. Até é uma vida boa — um pouco aguada, é verdade — a de Lacey. A não ser por seu escandaloso vizinho, Jack Walker. Quando Jack não está discutindo, sempre em voz muito alta, com sua namorada — com quem insiste em morar junto — está perseguindo seu gato, chamado Cão, pelos corredores do prédio. E Cão está determinado a conseguir que a gatinha Cléo sucumba aos seus avanços felinos. Jack e Cão são realmente muito irritantes. Mas acontece que a primeira impressão nem sempre é a que fica… Comentários da Mari: A história é clichê, mas a autora faz tudo tão fofo que a gente lê numa sentada. (De preferência com um pet no colo). A mocinha veio de um divórcio, não quer se envolver com ninguém, “nunca mais“, e tem uma gata de companhia. O vizinho, lindo e gostoso, tem um gato que dá em cima da gata…

Comentários da Mari: O testamento, de Nora Roberts
Literatura , Resenhas / 20/05/2016

Por Mariana   Este livro tem algumas características bem fortes da Nora Roberts. São três  protagonistas, três meias-irmãs, que não se conheciam, e que tem que morar durante um ano na mesma casa. O lugar: a fazenda de seu pai. O patriarca era um déspota, e tentou sempre ter um filho homem, mas nunca conseguiu. Odiava não ter um herdeiro para deixar seus negócios.. Elas são completamente diferentes, tanto física quanto de personalidade, e estão ali, cumprindo as obrigações do testamento para poderem ganhar os 20 milhões de dólares que é o que vale a herança de cada uma (um  terço da fazenda). Também logo começamos a conhecer 3 homens interessantes e já vemos que eles serão os pares das três moças. Mas um ano juntas trará grandes dificuldades. Elas não conseguem se dar bem, tem a questão do inverno, com tempestades de neve e ventos gélidos, as tarefas de cada uma numa fazenda, (como pegar os ovos no galinheiro, castrar um touro, montar a cavalo, caçar, … ) mas principalmente o que mais as assustava, uma serie de assassinatos, que começam em animais escalpelados e esquartejados até um homem.E tudo ali na fazenda, a mais mais de Montana. Ou seja, uma trama e tanto,…

Resenha: Black, de Raquel Moreira
Resenhas / 27/04/2016

Por Débora. Resenha: BLACK estava em minha estante do Kindle há alguns meses, sempre olhei pra ele com olhos de cobiça, afinal, a capa é clean, do jeito que eu gosto, e impactante (letras, rosto, cores), mas tive receio em ler porque não estou numa vibe de ler livros eróticos. Quem é leitor assíduo sabe que passamos por fases, fase de romances água com açúcar, suspense, históricos (esses eu parei de ler há uns 2 anos), fantasia, sobrenatural, eróticos e releituras. Então, tô numa fase de ficção, não querendo ler livros com muito fogo em suas páginas, ocorre que Black estava ali, me tentando e acabei não resistindo. E que droga, o livro é bom pra cacete! Ele conta a história de amor envolvendo Sarah e Thomas, de início já ficamos sabendo que ela passou por um trauma tão grande que a fez largar tudo e mudar, mudar de cidade, de hábitos e até de personalidade. Ela parece ter quase desenvolvido um TOC (transtorno obsessivo compulsivo) em relação à pessoas, não tocar, não se misturar, nem se envolver, de qualquer tipo que seja esse envolvimento, poucos são os que ela deixa se aproximar. Thomas, por sua vez, dá uma primeira impressão errada, e não foi só…

Resenha: Insano de Andy Collins
Resenhas / 05/04/2016

Por Débora. Resenha: Gael é vocalista de uma banda de rock muito bem sucedida, desde sua formação, quando ainda estava no ensino médio, sempre fez sucesso, isso fazia com que mulheres estivessem sempre tentando tirar-lhe um pedaço, mas ele estava apaixonado, e ela era a única que lhe tiraria a virgindade quando casassem, por isso ambos usavam um anel de castidade, juntos descobririam o que seria o amor carnal, até que ele a flagrou fazendo sexo com um cara que ela nunca havia visto antes. Isso o quebrou, tornou-o descrente, cínico e um filho da mãe que não repetia uma única mulher, as satisfazia, se satisfazia e as dispensava, simples assim. Na primeira cena do livro Gael está fazendo sexo num sofá do camarim da banda, para horas depois sofrer um grave acidente que o deixará numa cadeira de rodas, talvez ele pense que isso é o destino vindo chutar sua bunda por conta da vida desregrada que teve. Estar impossibilitado de andar, cantar, fazer o que tanto ama o deixava com um humor insuportável. Hanna é uma mulher linda, inteligente, talentosa, envolvida com trabalhos voluntários com crianças deficientes e detentos adolescentes, está sempre tentando trazer esperança e força a…

Comentários da Mari: Trilogia a Pousada: Um novo amanhã
Literatura , Resenhas / 31/03/2016

Por Mariana Começo a identificar alguns pontos peculiares na escrita da Nora Roberts.  A história tem muito mais nuances que só o romance, que é somente mais um elemento. A gente se envolve com os personagens secundários também, e principalmente com a pousada, que neste caso,  tem vida própria. Parece que há sempre um terceiro personagem para a autora que é o lugar onde eles vivem/ trabalham. Ela também gosta de explicar a profissão de cada um, o que eles fazem, em pormenores, então o livro se torna muito mais completo, cheio de referências, envolvente. No caso deste livro os irmãos Montgomerys estão restaurando uma pousada. A trilogia A Pousada é a história de três irmãos e três amigas numa pequena cidade do interior dos EUA. Os valores de caráter, honra, família e amizade são muito presentes. O amor é uma busca de todos, mesmo que não consciente. É gostoso ver o desenrolar dos personagens mesmo que a gente saiba que os três casais vão ficar juntos no final da trilogia. É mais como um …..como será que isso acontece….? A Pousada restaurada fica tão linda, que a gente quer passar um tempo lá. A descrição é minuciosa, detalhada, poética até. O nome…